fbpx

Site para escola: uma poderosa ferramenta para conquistar alunos

SITE PARA ESCOLA: UMA PODEROSA FERRAMENTA PARA CONQUISTAR ALUNOS

O investimento na criação de um bom site para sua escola está diretamente ligado ao aumento da capacidade de atração e fidelização de alunos. Há alguns anos, as pessoas conheciam sua escola por meio de amigos ou anúncios em outdoors, rádio e televisão. Hoje, o site da escola possui grande relevância na divulgação da sua instituição. Para desenvolver um site eficiente, é importante se atentar para alguns itens importantes.

Venha conosco!

Por que é tão importante ter um EXCELENTE SITE PARA MINHA ESCOLA?

A internet não para de crescer. Isso não é novidade para ninguém. Desde que chegou ao Brasil, em 1988, absurdamente precária, ela ganhou espaço e se desenvolveu, ora lentamente, ora meteoricamente. Hoje, nós e o seu atual ou futuro aluno passamos boa parte do dia conectados. E como está o website da sua escola? Qual é a impressão que ele passa da sua instituição? Você se preocupa com a estética dele da mesma forma que se preocupa com a aparência do prédio físico? E os aspectos textuais, são cuidados com tanto esmero quanto os dedicados às visitas de apresentação da escola?

A primeira impressão é a que fica

Esse antigo ditado continua valendo no mundo digital. O site é uma mídia oficial da instituição. Não é raro uma pessoa buscar na internet uma escola para o(a) filho(a), ou para se matricular em um curso técnico, ou em uma graduação. As pessoas não fazem mais como antigamente, quando a primeira medida era ir pessoalmente ao local, ou telefonar para conversar. Quando, ao pesquisar, encontra-se um site com uma apresentação ruim, corre-se o risco de se fazer um julgamento negativo da escola.

Fidelização e retenção

É muito importante pensar no site como um importante meio de fidelização, divulgação de eventos, comunicação com o estudante matriculado, entre outras possibilidades mais informais. Perceba que não estamos tratando aqui das funções das plataformas de aprendizado virtual, inevitavelmente – e necessariamente – burocráticas. O site da sua escola deve ser aquela sala de D.A. divertida dos velhos tempos analógicos de faculdade. Com a licença da metáfora saudosista, mas é um compilado de imagens e textos que transmitem sensações boas que fazem com que o ainda não aluno queira se matricular e o atual estudante sinta orgulho de fazer parte da casa ao ver uma foto de qualidade dele, ou de um amigo, ou ler um bom texto informativo, ou um comunicado cuidadoso – e bem escrito – para ele.

Então por onde eu começo?

DEFINA O PERFIL DO SEU PÚBLICO

A primeira medida a se tomar é identificar o perfil do seu público. Quem é o seu estudante, qual a sua faixa etária real, quais os seus gostos, quais assuntos ele lê, quais músicas ele ouve, quais textos ele escreve por vontade própria, e todas as outras perguntas que você julgar pertinentes com a sua realidade. Você deve ter em mente que está mapeando os interesses dessas pessoas a fim de saber o que elas vão querer acessar no site da sua escola por necessidade acadêmica, entretenimento, relacionamento social e por sentimento de pertença à instituição. Logo, são importantes perguntas objetivas, como sobre qual assunto de Biologia você mais gosta de ler (se essa pergunta for coerente com a sua realidade), mas também são interessantes perguntas subjetivas e descontraídas, como qual é o seu time de futebol do coração. 

ORGANIZE AS INFORMAÇÕES

Feitas as perguntas, lembre-se de que não adianta nada fazê-las sem tabular as respostas e levantar os seus resultados. Eles servirão de norte para as publicações no site. Existem aplicativos que podem ajudá-lo a fazer isso.

ESTABELEÇA OS OBJETIVOS DO SITE DA SUA ESCOLA

Outra questão muito importante é estabelecer e manter claro o objetivo que a escola tem com o site[1]. É comum haver mais de um objetivo, e tudo bem se isso ocorrer. Nesse caso, estabeleça uma lista em que os primeiros são os de maior prioridade. Isso será interessante para organizar a ordem de aparição das postagens, da organização dos links etc. É bom lembrar que essa ordem pode mudar ao longo do ano.

Por exemplo, é provável que em determinada(s) época(s) do ano você queira destacar as informações de matrículas, de inscrições para processos seletivos, para cadastro de visita para conhecer a escola, ou divulgar os cursos existentes, quando for o caso. Em outros períodos, por sua vez, você poderá preferir destacar divulgação de eventos, ou fotos dos que já ocorreram, divulgar comunicados importantes, entre outros. É claro que todas as informações podem se manter no site o ano todo; o que é interessante variar, nesses casos, é o posicionamento delas. E sempre garantir que elas ocupem lugares fáceis de serem encontrados pelos estudantes. Essa organização faz toda a diferença na hora de pensar na estética do seu website.

DEFINA O ESTILO DE LINGUAGEM UTILIZADA

Também é de extrema importância que a linguagem utilizada seja definida a partir do estudo do público alvo do site. Uma vez estabelecida, deve-se manter certa harmonia não mudar abruptamente de um linguajar acadêmico para um extremamente informal, por exemplo. Quando falamos em linguagem aqui, é importante deixar claro que nos referimos a textos verbais e não verbais. Não só às palavras que serão postadas, mas também às imagens, fotos, objetos de design em geral, que devem seguir um estilo, um certo padrão. Pode-se manter uma linha para postagens mais formais e outra para menos formais – em casos de eventos festivos, por exemplo -, desde que não gere grandes discrepâncias ou problemas de coesão.

USER EXPERIENCE

Certifique-se de que o site da sua escola estará adaptado e adequado à experiência do usuário. Mantenha-se informado se os usuários estão aprovando a usabilidade do seu website por meio de questionários simples inseridos no próprio sistema. Garanta que ele seja responsivo, ou seja, tenha compatibilidade com todos os dispositivos, pois sabemos que o estudante navegará do celular, computador, tablet. Além disso, produza textos com palavras-chave de forma que seu site esteja indexado nos mecanismos de buscas como o Google (SEO Google). Assim, quando um possível aluno fizer alguma pesquisa procurando escola do seu setor, encontrará a sua entre os primeiros resultados.

INTEGRE O SITE DA SUA ESCOLA ÀS REDES SOCIAIS

Outra estratégia interessante a se fazer no site da sua escola é integrá-lo às redes sociais da sua instituição. A administração dessas redes é um outro assunto delicado e importante, mas cabe dizer aqui que você deve criar links no seu website e gerar vontade no seu estudante de acessar as outras redes sociais para ver outros conteúdos. Isso pode ocorrer, por exemplo, para linkar algumas fotos de um evento festivo, ou uma campanha publicitária para a qual os estudantes foram fotografados por um profissional em sala de aula – e algumas fotos são apresentadas no Instagram. Ou alguma notícia apresentada e direcionada para o Twitter. Enfim, use seu contexto específico e o perfil do seu público para estabelecer as melhores estratégias.  

NO MAIS…

Lembre-se de que gerar engajamento no aluno nas mídias digitais é um passo para fazê-lo vestir a camisa da escola verdadeiramente. Outras simples estratégias podem colaborar para isso, como estimular e valorizar o testemunho de ex-alunos em um painel de memórias do site.


[1] É muito comum que as instituições tenham, nesta segunda década do século XXI, plataformas de ensino a distância.

Sobretudo com o Covid-19, essas plataformas ganharam espaço entre as escolas. Não é delas que falamos aqui. Esses espaços precisam e devem manter seu caráter burocrático e pedagógico. E saem, geralmente, de um link de acesso do site da escola.

Compartilhe este post nas redes sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Baixe nosso e-book e saiba porque a transformação digital é fundamental para sua escola

assine nossa newsletter e receba os conteúdos

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Este site utiliza cookies para oferecer a você uma melhor experiência na navegação.